Baixe o e-book e conheça as 6 etapas do processo de gerenciamento de gastos e quais os principais desafios na área de Compras.

O gerenciamento de gastos é um processo contínuo de controle e melhoria da maneira como uma empresa gasta dinheiro e normalmente inclui atividades de compras estratégicas, como gerenciamento de fornecedores, gerenciamento de categorias, gerenciamento de estoque e desenvolvimento de produtos.

Idealmente, uma estratégia eficaz de gerenciamento de despesas inclui uma análise abrangente de gastos e ajuda as empresas a manter o controle de suas compras, otimiza o relacionamento com fornecedores e maximiza o ROI do dinheiro gasto.

De acordo com Klaus Neuhas, sócio da Bain, uma equipe de compra qualificada pode reduzir a base de custos de compras de uma empresa em 8 a 12% – o suficiente para grandes empresas economizarem bilhões. E a área de Compras é a maior alavanca que as empresas têm para otimizar custos.

A área de Compras pode fornecer às lideranças, análises e insights valioso que influenciam o que uma empresa compra e como ela compra.

Como o gerenciamento de gastos melhora as compras

Aqui estão alguns benefícios, do ponto de vista de compras, que uma empresa pode obter ao investir em uma estratégia de gerenciamento de gastos.

1. Melhores oportunidades de fornecimento

Ao mapear todos os custos envolvidos no processo da cadeia de suprimentos, você pode identificar quais fornecedores estão gerando mais valor e quais não estão. O gerenciamento da cadeia de suprimentos se torna mais eficiente porque você tem uma visão mais clara dos fornecedores que são os mais econômicos.

É possível observar o desempenho para incentivar o desenvolvimento proativo de seus fornecedores. Ao mesmo tempo, é possível eliminar fornecedores inadimplentes e ajudar a aumentar a conformidade do contrato monitorando os preços continuamente.

E uma vez que a organização determina quais fornecedores oferecem o melhor valor, ela pode trabalhar com eles para estabelecer processos de aquisição e programas de estoque mais evoluídos.

2. Mais visibilidade de gastos

As organizações com uma visibilidade mais clara dos gastos em suas atividades de sourcing podem utilizar seus relatórios e insights para melhorar o desempenho e tomar decisões de negócios mais informadas.

3. Maior eficiência do processo

Com a visibilidade no gerenciamento de gastos é possível ter uma visão abrangente das métricas que impulsionam a redução de custos, a eficiência do processo e o desempenho da cadeia de suprimentos.

Essas informações são úteis em negociações de contratos e podem ser usadas para maximizar o dinheiro que a organização gasta em aquisições. Quando implementado com sucesso, reduz o número de fornecedores desnecessários, criando maior valor e estabelecendo um processo de compras mais eficiente e enxuto.

4. Melhor gerenciamento de risco

Bons dados de análise de gastos permitirão avaliações de fornecedores e gerenciamento de contratos e facilitarão a identificação de ricos para que as empresas se prepararem para eles com antecedência.

Como começar?

A gestão de gastos faz parte do dia a dia dos compradores. Afinal, mesmo com um orçamento, muitas vezes restrito, deve-se atender às solicitações internas e, ainda, garantir o saving nas operações. Mas, quando falamos em gastos não estamos nos referindo apenas ao quanto se paga em cada negociação.

Baixe o e-book e conheça as 6 etapas do processo de gerenciamento de gastos e quais os principais desafios na área de Compras.

hello@supplybrain.ai

Belo Horizonte

Rua Carlos Alves, 88 -101 – São José

São Paulo

Cubo Itaú – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olímpia

pt_BRPortuguese