Sourcing é o processo de encomenda de materiais para sustentar as atividades de um negócio. Muitos aspectos devem ser considerados ao definir uma estratégia de sourcing, não apenas o preço.   

Por exemplo, os profissionais de compras devem estar cientes do que é chamado "Iceberg de Preço", o que inclui entrega, atrasos, manuseio, entre outros. 

Uma cadeia de fornecimento bem estruturada é essencial para as empresas que querem se manter competitivas. Ela ajudará com os custos, reduzirá os efeitos negativos e fornecerá bens e serviços de qualidade. 

Não só isso, mas também será um aspecto importante de seu lead time. Um bom abastecimento tornará seu processo mais eficiente. O princípio principal do sourcing é a relação entre comprador e fornecedor.  

Matriz de aquisição dois por dois para fornecimento

Um passo inicial para definir uma estratégia de compras é a criação de uma matriz de dois por dois, chamada A Matriz de Kraljic que dividirá os itens basicamente em dois tipos: o risco de fornecimento e o gasto anual.

The Sourcing Process
O Processo de Sourcing

Figura 1 Estrutura de risco de gastos - MIT MicroMasters SCM 

In the Kraljic Matrix, risk means eventos inesperados na cadeia de fornecimento que pode impactar negativamente as operações. Por outro lado, rentabilidade significa o impacto de um item na linha de fundo da cadeia de abastecimento. 

Baixo risco 

Assim, cada quadrante da matriz representa uma espécie de item que segue sua importância na cadeia de abastecimento. Na parte inferior esquerda estão os itens não críticos, eles têm o menor impacto nos negócios e a melhor estratégia é focar na eficiência. 

Acima deles, temos os itens de alavancagem. Eles têm uma alta rentabilidade, mas baixos fatores de risco. Eles são abundantes e os fornecedores podem ser facilmente substituídos. 

Alto risco 

No outro lado da matriz estão os itens de alto risco. Eles devem ser tratados com mais cuidado e estratégia porque podem causar impactos negativos nos negócios. 

Primeiro há o fundo direito, que são os itens de engarrafamento. Eles representam um alto risco com baixa rentabilidade. Eles são o oposto de alavancagem; o fornecedor tem a vantagem. O mercado consiste em alguns poucos fornecedores que podem forçar os preços a subir. 

Mesmo com um impacto relativamente baixo no lucro, a estrutura do mercado pode forçar os compradores a aceitar negócios que não são ideais. Aqui a estratégia é a limitação de danos. Os profissionais de compras devem reconhecer melhores oportunidades e aproveitá-las. 

Finalmente, no canto superior direito, temos os itens estratégicos. Eles são os itens críticos para os negócios não só porque têm alto impacto no lucro e no fornecimento, mas também porque garantem a substância da empresa. 

A estratégia com esses itens reside em ter contratos que beneficiarão ambas as empresas. Os parceiros estratégicos devem ser inovadores e pró-ativos para assumir compromissos de longo prazo e garantir a viabilidade do negócio. 

Processo de fornecimento geral 

Geralmente, o processo de fornecimento segue algumas etapas básicas, são elas 

  1. Avaliação interna: a primeira fase se refere a um processo interno. Você deve definir linhas de base para seu próprio negócio e compreender quais são as principais características do mesmo.  
  2. Avaliação do mercado: neste ponto você já entende qual é o seu negócio. Agora você deve analisar a dinâmica do mercado, identificar parceiros estratégicos e compreender a concorrência. 
  3. Coletar informações do fornecedor: agora que você sabe como funciona o mercado, você define critérios para o fornecedor e procura aqueles que correspondem ao que você precisa. 
  4. Estratégia de fornecimento: após as avaliações iniciais, você pode definir qual será sua estratégia de fornecimento. Ela especifica como você abordará seu fornecedor e lidará com o estoque. 
  5. Processo de licitação: aqui a solicitação de propostas é desenvolvida e enviada. Aqui é o ponto onde o comprador define um formato de licitação e os fornecedores da lista restrita. 
  6. Negociar e selecionar aqui o comprador entrará em contato com os fornecedores e decidirá quais deles atendem às especificações. Esta etapa levará a uma seleção de fornecedores. 
  7. Contrato: agora você pode desenvolver seus planos de implementação e auditoria. Escolha seus parceiros estratégicos e comece a fazer uma base sólida para seu sourcing. 

O que é sourcing baseado em valor? 

Em um contexto de cadeias de fornecimento modernas, onde se torna mais global e complexa, a aquisição deve proporcionar valor genuíno às operações. Isso significa lidar com enormes quantidades de dados e tomar decisões corretas para a aquisição. 

O sourcing baseado em valor procura uma série de fatores que terão impacto no custo a longo prazo e abrirão novas oportunidades e possibilidades. Portanto, o sourcing baseado em valor é um método que olha além do custo inicial. 

Sinteticamente, o sourcing baseado no valor tenta prever o valor que não está contido no preço de compra. Por exemplo, que outros ativos o fornecedor pode oferecer além do produto ou serviço adquirido? 

Para estabelecer uma cultura baseada em valores, você pode fazer algumas perguntas: 

  • O fornecedor é melhor com as atividades existentes? Como a gestão de estoque, suporte pós-venda ou desenvolvimento de produtos? 
  • Vai ter diminuição de risco? 
  • Como o fornecedor fornecerá outras vantagens competitivas? 
  • O fornecedor pode ajudar a expandir o portfólio para atender às novas necessidades dos clientes? 

Tudo isso tornará o relacionamento entre comprador e fornecedor mais ativo e resultará em vantagens para ambos. Esta relação também deve considerar alguns aspectos estratégicos. 

Relações entre Comprador e Fornecedor 

Uma relação entre comprador e fornecedor é sustentada por comunicações, contratos e envolvimento. Mas muda o foco dependendo do item encomendado. 

Se você estiver lidando com produtos de baixo valor, que não oferecem muitos riscos e são simplesmente encontrados no mercado de abastecimento, a relação assumirá um foco de transação.  

Por outro lado, produtos de alto valor com maiores riscos que necessitam de um mercado de fornecimento complexo exigirão um foco de colaboração. Isso será mais estratégico e agregará valor tanto para o comprador quanto para o fornecedor. 

Conclusão 

O sourcing tradicional irá se concentrar no preço. Baseia-se no custo total de propriedade e na terceirização da condução do processo. O principal ponto de pesquisa é a comparabilidade envolvida na definição de especificações. 

Uma aquisição baseada em valor se concentrará no valor, não apenas no preço do produto. Ela considera a contribuição total do fornecedor e busca uma fonte de fornecimento com intenção estratégica. A diferenciação é importante para a aquisição baseada em valor porque ela refletirá em questões mais estratégicas.  

Implementar uma estratégia baseada em valor é um desafio, mas estabelecerá uma relação única entre compradores e fornecedores. Mas isso resultará em soluções que melhor se adaptam aos resultados necessários. Reduzir o custo total e tornar a operação mais lucrativa

Com uma ferramenta que automatiza de forma inteligente os processos repetitivos e operacionais, a área de compras ganha tempo e produtividade para dedicar esforços às tarefas estratégicas. Conheça o Supply Brain, libere tempo!

    hello@supplybrain.ai

    Belo Horizonte

    Rua Carlos Alves, 88 -101 – São José

    São Paulo

    Cubo Itaú – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olímpia

    pt_BRPortuguese